Apresentação Editores Edições Busca Normas Contato Links Úteis

Apresentação e Política Editorial

Estudos e Pesquisas em Psicologia é uma revista do Instituto de Psicologia da UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro – uma universidade pública brasileira. Foi criada, em 2001, com a finalidade de publicar textos inéditos em Psicologia e áreas afins sob a forma de artigos, comunicações breves de pesquisas, resumos de teses e resenhas. Eventualmente, também publica artigos traduzidos, desde que devidamente acompanhados do consentimento da fonte de publicação original, resenhas de filmes e entrevistas com intelectuais consagrados e relevantes para a área.

Na Revista, são bem vindas reflexões das várias áreas de saber que compõem as Ciências Humanas e Sociais e que possam contribuir, efetivamente, para o aprofundamento das questões concernentes à Psicologia. Desta forma, a Comissão Editorial – formada por professores do Instituto de Psicologia da UERJ e dos cursos de pós-graduação desta mesma unidade – pretende estar em consonância com a perspectiva que considera os saberes e fazeres "psi" como um campo necessariamente interdisciplinar.

A partir de 2004, inovações editoriais e técnicas foram introduzidas com a mudança da Revista para o formato eletrônico, alocada no site http://www.revispsi.uerj.br. Essa forma alternativa de publicação trouxe soluções para alguns problemas que a maior parte dos editores enfrenta com a publicação em papel: escassez de recursos para manter uma periodicidade menor e constante, altos custos de publicação, cobrança de assinatura, dentre outros. Sem dúvida, a conversão para a forma eletrônica dos artigos e demais seções reduziu custos, bem como tempo e espaço destinados à produção da Revista. Hoje a revista tem acesso livre.

Todavia, se esses aspectos mais pragmáticos da edição de um periódico foram importantes para a adoção do novo veículo para a Revista. É preciso destacar pelo menos duas outras preocupações que moveram sua Comissão Editorial. Primeiramente, a ciência de que os modos de produção material e simbólica da sociedade são engendrados, hoje, notadamente por uma revolução tecnológica, que gera novas arquiteturas no tecido social e, por consequência, impacta o comportamento de diversos setores, especialmente aqueles ligados à transmissão de conhecimentos. Em segundo lugar, almejava-se que a transmissão da informação fosse o mais universal possível, constituindo-se em instrumento de socialização e democratização do conhecimento, da ciência e da cultura. Foi, principalmente movidos por este propósito, que se decidiu pela mudança da Revista para o formato eletrônico.

Em 2005, novas mudanças editoriais ocorrem com a implementação de uma ideia que se acalentava desde a criação da Revista: a publicação de dossiês temáticos. Assim desejávamos porque, na prática, um dossiê constitui uma experiência mais próxima da cultura livresca que as Ciências Humanas e Sociais, historicamente, construíram para a divulgação dos seus conhecimentos. Nos primeiros lançamentos (2005 e 2006), o dossiê compunha uma parte da publicação regular da Revista sob o título de "seção temática" e, apesar da alta qualidade dos artigos, ainda eram ensaios editoriais, já que dependiam, para sua continuidade, da remessa de um grande número de trabalhos sobre um mesmo tema. Desde 2007, no entanto, a experiência consolidou-se de modo que os dossiês puderam ser publicados integralmente sobre uma mesma temática. Deve-se destacar, ainda, que os dossiês mantêm algumas características dos números regulares da Revista – alta qualidade dos textos, garantida por um rigoroso sistema de revisão e aprovação por pares das contribuições publicadas – abordando, no entanto, um único tema e contando, às vezes com a participação de um editor associado, externo à Comissão Editorial, que nos brinda com a experiência e liderança que têm no campo temático do dossiê.

Em 2007, levando em consideração o grande fluxo de artigos, a Revista amplia sua periodicidade, passando a quadrimestral, visando à ampliação do acesso, maior divulgação do periódico e socialização do conhecimento em Psicologia e áreas afins.

Em 2014, dado o grande fluxo de artigos recebidos e para atender com agilidade as necessidades editoriais e autorais, os dossiês temáticos passam a ser um número especial suplementar, ou seja, três números com artigos de fluxo contínuo passam a ser garantidos e no caso de haver número temático, ele passa a ser o quarto número publicado anualmente pela revista.

Deve-se registrar, por fim, que a Revista Estudos e Pesquisas em Psicologia já se encontra em algumas importantes bases de dados, PePSIC, PSI Periódicos, LILACS, Latindex, CLASE, DOAJ, Psicodoc e classificou-se como B1 no QUALIS da CAPES.

A Comissão Editorial


voltar para a página inicial


Universidade do Estado do Rio de Janeiro
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia

Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21)2334-0651

E-mail: Revista Estudos e Pesquisas em Psicologia
Página Inicial